segunda-feira, 28 de abril de 2014

Esse amor imperfeito
Dói no peito
No corpo inteiro
Pior é tentar desatar o nó,
Que nunca será desatado
Porque é visceral.

Quantos anos mais, serão necessários para passar?


Desencana!

Desenrola!
Desliga!

Queria postar igual esse bando na net:
#partiu!
Mais não há jeito...
(a única coisa partida aqui é meu cuore...)

Não vai embora...

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Estou me sentindo bem como  uma semente,  no frio, mais ainda com esperança, porque espero o calor para germinar e florir.
Dói.
A espera.
A incerteza .
A vaidade, briga de EGOS...
O recalque, ha o RECALQUE...
Pior é a  vítima de tamanha  austeridade, diante de tanta necessidade ingênua e fulgaz.
Põe a cabeça  no lugar e acorda para essa realidade Dona!
É preciso muito mais que a distância para frear o que é justo.

Preciso ir te encontrar e resolver isso então!

quinta-feira, 24 de abril de 2014


??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

terça-feira, 22 de abril de 2014

Para a memória de Gabriel García Márquez:

Havia um jantar em Havana e Fidel Castro, um retardatário imperial e compulsivo, chegou atrasado. Faltava Gabriel García Márquez. Quando ele chegou, o Comandante alfinetou-o:
–As pessoas mais importantes sempre são as últimas a chegar.
–Por isso, e também porque vim de longe. Respondeu o escritor.
Ainda não consigo inventar um jeito onde as coisas sigam um outro um caminho...
Queria sair disso, agora! MAIS AINDA DEPENDO...
O pior é ficar a mercê do tempo, do seu tempo...
Quero que seja diferente!
Preciso!

sexta-feira, 11 de abril de 2014

"Quem olha do lado de fora sonha;
quem olha do lado de dentro desperta"

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Antes era desejo e agora é mais que isso...
Um misto de vontade e fantasia de nossos sonhos...
Não adianta 

O espelho mostra até o que eu não quero enxergar...

terça-feira, 8 de abril de 2014





Toda vez que toca o telefone eu penso que é você 

Toda noite de insônia eu penso em te escrever

Pra dizer que o teu silêncio me agride 

E não me agrada ser um calendário do ano passado

Pra dizer que teu crime me cansa 

E não compensa entrar na dança depois que a música parou.

Toda noite de insônia eu penso em te escrever...

Escrever uma carta definitiva que não dê alternativa pra quem lê 

Te chamar de carta fora do baralho, descartar, embaralhar você 

E fazer você voltar ao tempo em que nada nos dividia

Havia motivo pra tudo e tudo era motivo pra mais

Era perfeita simetria

Éramos duas metades iguais 

O teu maior defeito, talvez seja a perfeição

Tuas virtudes, talvez não tenham solução

Então pegue o telefone, ou um avião

Deixe de lado os compromissos marcados

Perdoa o que puder ser perdoado

Esquece o que não tiver perdão

E vamos voltar aquele lugar...

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Corpo cansado
Um copo vazio
Vingança na vontade
E quando a tinta
Risca o papel
Já não é mais
Tudo se transforma
E há uma congestão
O querer soa quase sem forças
Por seu coração
Que já não toca mais
A mesma melodia
Mesmo que tardia
E preciso observar
De longe
De perto
E de longe
Novamente
Agulhas espetam os dedos
Exaustos de tanto procurar
Pelas palavras certas
E os números no teclado
Não adianta...
Nem os números certos,
Nem as palavras certas,
Só chama...

 

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Qual é o princípio de tudo?
E o fim?
Esse meio é um rio de lágrimas que me afogo diariamente...
Corro contra o vento
Sempre contratempo
Sm direção
A vista cansada
Ainda amargurada
E o joelho dói, só de esticar
Posso pedir socorro?

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Recado


- O que você quer saber de verdade?

terça-feira, 1 de abril de 2014

MALEDETTO

Tô aqui sempre fazendo planos pra estar com você
Prometendo o amor sem os danos que você quer ter
Um olhar pouco mais demorado já me faz sonhar
Quando penso que a tenho ao meu lado
Você vai atrás do maledeto

Você vai que vai
Queira ou não, tô vivendo na duvida se vou conseguir
Desespero, mas vou virando laje pra lhe seduzir
Não sou mar para viver de onda
Não vou me enganar
Se eu ficar mergulhado nas sombras Vou cair na buraqueira mesmo
Vou cair na buraqueira mesmo
Mas eu vou que vou
Já viu que arraso é se dar pra alguém que o quer pra si
Nada é tão bom
E beber da água que há, dividir pra crescer
Tente me querer
Minha madredeus
Mãe de Deus não me deixe só
Ajudai aos seus
Retirai do viver, o nó