sexta-feira, 4 de abril de 2014

Qual é o princípio de tudo?
E o fim?
Esse meio é um rio de lágrimas que me afogo diariamente...
Corro contra o vento
Sempre contratempo
Sm direção
A vista cansada
Ainda amargurada
E o joelho dói, só de esticar
Posso pedir socorro?

Nenhum comentário: